SAAE

Postado no dia: 21/05/19
Wagner Melillo fala na rádio Cidade sobre as obras do Saae Itabirito na Vila Gonçalo

As obras trarão outras melhorias como diminuição dos vazamentos, além do fim da paralisação de água por falta de energia, pois o abastecimento será feito por gravidade

Wagner Melillo fala na rádio Cidade sobre as obras do Saae Itabirito na Vila Gonçalo

O diretor-presidente do Saae de Itabirito, Wagner Melillo, participou do programa Show da Manhã da rádio Cidade

O diretor-presidente do Serviço Autônomo de Saneamento Básico (SAAE) de Itabirito, Wagner Melillo, participou do programa Show da Manhã da rádio Cidade, na manhã da última sexta-feira (17). Durante entrevista, conduzida pelo apresentador Donizete de Paulo, ele falou sobre o conjunto de obras de coleta de esgoto e distribuição de água em desenvolvimento nos bairros Vila Gonçalo, Saudade e Praia.

Wagner explicou que, ano passado, a região da Vila Gonçalo recebeu dois reservatórios de água com 100 mil litros cada e a intenção é criar a rede que vai encher os reservatórios, melhorando e readequando   o abastecimento da região.

“Essas obras trarão outras melhorias como diminuição dos vazamentos, além do fim da paralisação de água por falta de energia, pois o abastecimento será feito por gravidade”, contou.

Ele alertou para que nos períodos de obra a população fique atenta e não jogue água para eliminar a poeira, pois isso pode danificar os trabalhos.

Wagner citou também as obras para melhorar o sistema de esgotamento no bairro Praia, que devem durar dois meses. “Vamos construir uma nova rede de esgoto, pois as galerias da região são velhas e estão desmoronando”, explicou.

Ele garantiu que os benefícios para os moradores serão muitos como a eliminação do mau cheiro e a despoluição do rio Itabirito. “Esperamos que aproximadamente 500 casas deixem de lançar o esgoto no rio o que corresponde a 70 milhões de litros de rejeitos por mês”, disse.

O diretor aproveitou para fazer um alerta para que a população não ligue a rede pluvial da casa à rede de esgoto, pois, além de ser proibido, isso pode causar problemas de vazamentos e poluição dos cursos de água.

Por fim, ele esclareceu dúvidas de moradores sobre valores de tarifas e detalhes dessas obras e de outras futuras.