SAAE

Postado no dia: 23/04/19
Subcomitê do Rio Itabirito discute implantação de projetos ambientais em São Gonçalo do Bação

O objetivo do encontro foi para planejar o início das atividades do Programa Pró Mananciais da Copasa junto àquela comunidade

Subcomitê do Rio Itabirito discute implantação de projetos ambientais em São Gonçalo do Bação

Integrantes do Subcomitê da Bacia Hidrográfica do Rio Itabirito se reuniram na manhã do dia (15/04), no teatro de São Gonçalo do Bação, para planejar o início das atividades do Programa Pró Mananciais da Copasa junto àquela comunidade. O encontro foi conduzido pela chefe de setor do Saae e coordenadora do Subcomitê, Heloísa França, que ressaltou a importância das atividades para preservar as sub-bacias hidrográficas da região.

A bióloga da Copasa, Maria Aparecida, explanou sobre o Pró Mananciais, cujas diretrizes são valorizar o saneamento, estabelecer parcerias e adequação às especificidades culturais, sociais e ambientais de cada região beneficiada.

Ela ressaltou a importância do subcomitê como agente multiplicador das ações do Projeto na região. Em um primeiro momento, serão feitas oficinas para obtenção de diagnósticos e as definições das ações de interesse da comunidade de São Gonçalo do Bação, que vão acontecer numa área de 50 km² (área da sub-bacia).

O Projeto oferece um cardápio de ações que são oferecidas à comunidade, como plantio de mudas em matas ciliares e nascentes, fornecimento de kits para plantio, cercamento de áreas de proteção ambiental e construção de barraginhas.

O representante da Associação Comunitária de São Gonçalo do Bação, Elias Rezende, mostrou-se otimista com as possibilidades do Pró-Mananciais e adiantou que cercar as matas ciliares é uma iniciativa bem vista.

Durante o encontro, foram também apresentadas as ações de comunicação do Projeto Hidroambiental ‘Produtor de Águas do Ribeirão Carioca’ para a elaboração de diagnóstico para pagamento por serviços ambientais na bacia do Ribeirão Carioca, em Itabirito, que será executado pela empresa Myr Projetos Sustentáveis.

A diretora da Myr, Marina Guimarães, explicou que a iniciativa tem o objetivo de realizar um diagnóstico das propriedades rurais localizadas em São Gonçalo do Bação para conhecer o produtor rural, o sistema produtivo de suas propriedades e subsidiar a implantação do Programa.

“Além da conscientização ambiental, o nosso trabalho visa o desenvolvimento de um sistema de pagamentos por serviços ambientais para os produtores que praticam manejos conservacionistas”, explicou.

A coordenadora do Subcomitê Heloísa França reconheceu que a parceria com a Copasa  e com o Projeto Produtor de Águas do Ribeirão Carioca poderão trazer muitos benefícios para a conservação e recuperação dos mananciais que abastecem Itabirito e região.